Futura Central de Hidrogénio

Foto: DR

Com o nome de Flamingo Verde (Green Flamingo), o projeto envolve 15 empresas, incluindo o Resilient Group, o banco holandês ABN Amro, a dinamarquesa produtora de turbinas eólicas Vestas, e as portuguesas EDP e Galp.

Quando estiver a funcionar, terá a capacidade de produzir 465 mil toneladas de hidrogénio por ano, eliminando a emissão de 18,6 milhões de toneladas anualmente.

O calendário estabelecido estipula que as propostas para obter financiamento europeu têm de ser apresentadas até abril em Bruxelas, com os resultados a serem conhecidos em novembro.

A construção do projeto deverá arrancar no final de 2021, na zona de São Torpes, no concelho de Sines, e deve criar cerca de mil postos de trabalho diretos e indiretos.

Entre as vantagens de Sines para albergar este projeto, está o facto de ser um porto de águas profundas, contar com um complexo industrial químico e elétrico e dispor de mão de obra qualificada.


Comente esta notícia


SINES