Na opinião destes clubes não estão reunidas as condições mínimas para o inicio da competição devido ao “elevado risco de contágio de Covid-19”.

Muitos atletas “não estão disponíveis para jogar nas atuais condições” porque isso pode “colocar em risco as suas famílias” e se tiverem de cumprir quarentena isso pode “afetar as suas vidas profissionais” muitos deles a trabalhar por conta própria.

Alguns destes clubes estão mesmo a ponderar “desistir da competição” se a associação insistir em iniciar a competição no final de outubro.

A proposta dos clubes passa por adiar o campeonato até que estejam reunidas todas as condições de segurança.

Ouça aqui as declarações de Inês Correia, presidente do Odemirense.


Comente esta notícia


SINES