Ovelhas feridas

“É uma situação que já aconteceu no passado, mas agora foi mais grave. Uma matilha de cães vadios entrou aqui na propriedade de matou uma ovelha e cinco borregos. Provocaram ainda ferimentos a mais 13 ovelhas, algumas delas têm de ser abatidas devido à gravidade dos ferimentos” explicou o proprietário Luís Faustino.

“Os ferimentos são nomeadamente na zona da boca, pescoço, barriga e tetas” detalhou o proprietário. Um prejuízo que pode atingir os “mil euros” contabilizou Luís Faustino.

A GNR esteve no local e tomou conta da ocorrência, mas como os cães não têm proprietário não conseguem identificar um responsável.

Esta é uma situação que “já aconteceu anteriormente”, o que leva Luís Faustino, a lamentar que “a Câmara Municipal de Sines não faça nada para acabar com as matilhas de cães vadios que vagueiam pela região”.

Contactada pela Rádio Sines, a Câmara Municipal de Sines respondeu que “está a acompanhar a situação, o veterinário municipal já esteve no local, e vão encontrar uma forma de apoiar o proprietário”.


Comente esta notícia


SINES