Cláudia Gaspar lidera a lista à Seção Regional (SR) nas eleições em que pela primeira vez existirão Secção Regional do Alentejo e estruturas locais, promovendo-se assim uma maior proximidade da Ordem a todos os arquitetos.

A candidata refere que “o Alentejo é das regiões em que os arquitectos estão mais isolados e dispersos. Somos, desde o litoral à raia, pouco mais de meio milhar. Daí a importância de uma lista, como a A, que pretende estar presente nas várias sub-regiões, no Alto, no Central, no Baixo e no Litoral, de forma a que todo e qualquer arquitecto que exerça na região, sinta que é bem mais do que um mero número na Ordem”.

Segundo a candidata, as primeiras medidas centram-se na “implementação da futura sede da SR do Alentejo da OA e estruturas locais. No apoio jurídico à prática. No diálogo com as instituições, municípios e órgãos de soberania, de forma a actuarmos com mais representatividade nas políticas urbanas da região. Faseadamente, serão articuladas com outras medidas relacionadas com a profissão e que contribuam para uma profissão mais regulada”.

Com o objectivo de promover Uma Ordem Presente em todo o território, a Lista A é candidata a todos os órgãos sociais da Ordem dos Arquitectos, pela região do Alentejo.

A lista conta com os seguintes candidatos: Fátima Matos, presidente da Mesa da Assembleia, Cláudia Gaspar e Nelson Rosmaninho, presidente e vice-Presidente do Conselho Directivo; Henrique Schreck, presidente do Conselho de Disciplina e José Luís Fernandes, pelo círculo territorial Alentejo à Assembleia de Delegados.

As eleições iniciam-se com voto por correspondência no dia 13 de junho, com voto eletrónico entre o dia 17 e o dia 26 de junho 2020, dia em que pode também ser exercido o direito de voto de modo presencial, nas secções de voto, entre as 15 e as 20 horas.

 


Comente esta notícia


SINES