O arranque do ano letivo no concelho de Odemira fica marcado pela entrada em funcionamento do novo Centro de Escolar de São Teotónio, num investimento de 1,8 milhões de euros.

Outra novidade é a atribuição de um apoio financeiro a todos os alunos matriculados no concelho entre o 1º e o 12º ano de escolaridade, para aquisição de materiais escolares, no valor de 24 euros por aluno e no montante global de 68 mil euros

Esta iniciativa insere-se no conjunto de medidas de apoio às famílias, que o Município de Odemira tem vindo a implementar para minimizar o impacto provocado pela pandemia da doença Covid-19.

Para o ano letivo 2020/2021, o Município de Odemira prevê investir um total de 2.8 milhões de euros na Educação, valor distribuído em ações no âmbito do projeto de Promoção do Sucesso Escolar, transportes escolares através de protolocos com as Freguesias e a Rodoviário do Alentejo e pagamento dos passes para todos os alunos que frequentam as escolas do concelho.

Esta verba destina-se também a refeições escolares, atividades de apoio à família, protocolos com os cinco Agrupamentos de Escolas para visitas de estudo, material pedagógico e TIC, atribuição de bolsas de estudo e de mérito, apoio financeiro para aquisição de material escolar para todos os alunos do 1º ciclo do ensino básico, protocolo com a Escola de Artes do Alentejo Litoral para promoção do ensino articulado de música na Escola Damião de Odemira e na EB 2, 3 de Colos, Ação Social Escolar, entre outros projetos.

O novo Centro de Escolar de São Teotónio abriu as suas portas à comunidade escolar, num investimento municipal de 1.8 milhões de euros, em obra e equipamentos.

O novo edifício do 1º ciclo foi construído no recinto da Escola Básica do 2º e 3º Ciclo Eng. Manuel Rafael Amaro da Costa e vai acolher, no presente ano letivo, um total de 188 alunos.

Paralelemente vai ser iniciada em breve a empreitada de Ampliação do Centro Escolar do 1º Ciclo de São Luís, obra já adjudicada pelo Município de Odemira, no valor de 1.4 milhões de euros.


Comente esta notícia


SINES