A intervenção, num investimento de 550 mil euros e um prazo de execução de 7 meses, inclui segundo fonte da autarquia, “a criação de novas infraestruturas subterrâneas, rede de águas e drenagem pluvial, rede elétrica e Iluminação pública, rede de rega e plantação de árvores, pavimentação, implementação de um sistema de sinalização de circulação, horizontal e vertical, criação de uma ciclovia e de uma bolsa de estacionamento de 85 lugares”.

A obra vai permitir segundo a mesma fonte, “melhorar, de forma significativa, a circulação nesta área e o acesso à Zona Industrial Ligeira (ZIL), bem como a sua expansão, cuja empreitada para a 3.ª fase já está em concurso público”.


Comente esta notícia


SINES