Jorge Nunes

Jorge Nunes, presidente do Conselho de Administração da Caixa Agrícola da Costa Azul, foi eleito Personalidade do Ano de 2019 pelos órgãos de comunicação social do Litoral Alentejano. Além da presidência da Caixa de Crédito Agrícola da Costa Azul, Jorge Nunes, assume ainda o cargo de provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santiago do Cacém.

Natural de Santiago do Cacém, Jorge Nunes, foi condecorado pelo Presidente da República, em 2014, com a Classe do Mérito Comercial (Oficial), pela Ordem do Mérito Empresarial, após quase 50 anos ao serviço da Caixa de Crédito Agrícola da Costa Azul.

Na mesma eleição, os órgãos de comunicação social da região, escolheram o o anúncio do investimento de 1,2 mil milhões de euros no porto de Sines, incluindo a ampliação do Terminal XXI e a construção do novo Terminal Vasco da Gama, como o Acontecimento do Ano 2019.

Na 3.a edição da 'Distinção Comunicação Social do Litoral Alentejano' foram ainda criadas cinco categorias: Inovação, Solidariedade, Ambiente, Desporto e Cultura.

Na categoria Inovação, venceu o projeto de instalação de um cabo submarino transatlântico, denominado EllaLink, que liga Fortaleza (Brasil) a Sines (Europa) parte do projeto Bella, que agrega as redes de ciência europeia e sul-americana, e é financiado pela Comissão Europeia e por fundos privados, num investimento de cerca de 170 milhões de euros.

Na categoria Solidariedade, destacou-se a criação da Fundação Caixa da Costa Azul, com sede em Santiago do Cacém, que tem como finalidade a promoção do mutualismo, da economia social e de todas as manifestações de solidariedade social e visa promover ações de caráter cultural, educativo, artístico, social e filantrópico, nos concelhos de Santiago do Cacém, Grândola, Sines, Ourique, Setúbal e Sesimbra.

Na categoria Ambiente, que surge este ano, pela primeira vez, foi eleito o projeto “São Luís Freguesia Solar”, promovido pela associação Transição de São Luís, em Odemira, com o objetivo de construir o modelo de uma nova comunidade de produção e autoconsumo de energia a partir de fontes renováveis.

Na categoria Desporto, a escolha recaiu na celebração dos 20 anos do raide BTT Alvalade – Porto Covo, prova organizada pelo BTT Alvaladense, que move ciclistas de todo o pais e além fronteiras para desfrutar dos trilhos escolhidos pela organização, que conseguiu juntar este ano um total de 3 mil participantes nos concelhos de Santiago do Cacém e Sines.

Na categoria Cultura, venceu o Festival Terras Sem Sombra, que reúne, desde 2013, música, património e biodiversidade. Em 2019, o 15.º Festival Terras Sem Sombra, sob o título "Sobre a Terra, Sobre o Mar - Viagem e Viagens na Música (Séculos XV-XXI)", teve os Estados Unidos da América como país convidado. Organizado pela Pedra Angular, o festival, incluiu concertos, visitas a património e ações de salvaguarda de biodiversidade em 13 concelhos do Alentejo e da região espanhola de Extremadura.

Na Personalidade do Ano, Telma Guerreiro, eleita deputada do PS, pelo distrito de Beja, na Assembleia da Republica, Ana Paula Vitorino, ex-ministra do Mar que aprovou concursos para ampliação do Porto de Sines, no valor de 1,2 mil milhões de euros e José Alberto Guerreiro, presidente da Câmara de Odemira, pela oposição à prospeção de petróleo no Alentejo Litoral e ao regime especial para alojamento de trabalhadores nas explorações agrícolas do concelho, foram alguns dos nomeados.

No Acontecimento do Ano as escolhas também recaíram na conclusão da beneficiação do IC1, entre Alcácer do Sal e Grândola, e no Festival Liberdade, em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém.

O projeto CUI(DAR) da TAIPA para os cuidadores/as Informais e Formais e suas Famílias, o movimento Alentejo Litoral Solidário, na categoria Solidariedade, Jéssica Silva (futebolista da Seleção Nacional Feminina e do Ol. Lyon, natural de Milfontes), Maria Fonseca Santos (canoísta CNLA/ Milfontes, medalha de bronze no Olympic Hopes), Marco Tyson (kickboxer, campeão da Europa, natural de Sines), Pedro Fragoso (motociclista, natural de Santiago do Cacém), na categoria Desporto, o projeto “Escalabardo”, em São Luís (Odemira), o projeto “Algavalor”/ Vitacress (Odemira), na categoria Inovação, o Festival Músicas do Mundo (Sines), M.A.R. - Mostra de Artes de Rua (Sines), projeto “GritaMontes”/ Associação Zut! (Odemira), projeto “GiraMundo”/ TAIPA (Odemira) e o projeto “Dizeres” (Sines), na categoria Cultura, foram algumas das nomeações.

A lista de temas e nomes colocados a votação resultou da escolha dos órgãos de comunicação social do litoral alentejano, nomeadamente a Rádio M24, a Rádio Sines e Rádio Cidade Nova, os jornais O Leme e Jornal Sudoeste e jornalistas e fotojornalistas freelancers que trabalham na região.

As distinções, criadas em 2017 pelos órgãos de comunicação social do Alentejo Litoral, que abrange os meios de rádio, televisão e imprensa, são anunciadas todos os anos.


Comente esta notícia


SINES