Requalificação da Rua Marquês de Pombal - Sines

A operação agora iniciada tem como principal objetivo, segundo fonte da autarquia, “dar mais condições de comodidade e segurança a quem anda a pé, mas também criar um percurso coerente para o fluxo automóvel e dar um impulso à função comercial”.

Os novos percursos pedonais serão mais amplos e em pavimento confortável, durável e estável, acessível a todas as pessoas, incluindo pessoas com mobilidade reduzida.

A continuidade dos percursos será garantida pelo reperfilamento da rua "à cota zero".

Os sentidos de trânsito serão alterados para sentido único e serão adotadas medidas que limitem a velocidade para, no máximo, 30km/h.

Na organização dos estacionamentos, serão privilegiados os lugares para pessoas com mobilidade reduzida e para cargas e descargas.

A imagem da zona será uniformizada através de novos pavimentos, mas também de novo mobiliário urbano, árvores e floreiras.

A empreitada tem um prazo de execução contratual de oito meses, condicionado por fatores imprevisíveis como as condições meteorológicas.

De acordo com o faseamento programado, nos primeiros quatro meses deverá haver obras apenas entre a Praça da República e o Centro de Artes de Sines. A partir daí, as obras decorrerão em simultâneo nessa zona da rua e na zona entre o Centro de Artes de Sines e o viaduto da Estrada da Ribeira (junto à Fripex).


Comente esta notícia


SINES