Admitindo que a situação dos lares inspira preocupação, o governante disse hoje que "os casos agora conhecidos [de infeção em lares] deixam ainda mais clara a urgência de estes estabelecimentos ativarem os seus planos de contingência com espaços de confinamento".

"Sabemos que muitas vezes é difícil em função da arquitetura dos próprios espaços, mas tem de haver um esforço no sentido de criar esses espaços de isolamento. Estamos em emergência [e isso] exige uma flexibilização de procedimentos", apelou.

O secretário de Estado, que falava em conferência de imprensa, em Lisboa, disse ainda que estas instituições que cuidam de idosos podem recorrer a bolsas de voluntariado para fazerem face ao problema da falta de recursos humanos.

O número de mortes associado à covid-19 subiu para as 23 e os casos de infeção são 2060, mais 460 do que no domingo, segundo o boletim epidemiológico da DGS divulgado ao final da manhã.


Comente esta notícia


SINES