EM 1105

O acordo resulta do facto do único acesso à localidade de Lousal, concelho de Grândola, se encontrar no concelho de Santiago do Cacém.

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, explicou que se trata “da segunda fase de uma requalificação, cuja primeira fase compreendeu um troço de 700 metros da EM 545 entre a localidade de Faleiros e a ponte sobre a Ribeira de Corona, que também resultou de um protocolo estabelecido com o município de Grândola.

 Com esses trabalhos concretizados avançamos, agora, para a repavimentação da EM1105 que faz a ligação de Faleiros ao IC1.” 

O Autarca avança que “a intervenção que vamos agora fazer, apesar de a estrada ter outra designação, é a continuação da via que liga os Faleiros até ao IC1, designada EM 1105, os custos inerentes a esta intervenção vão ser, igualmente, repartidos entre as duas Autarquias.”

Álvaro Beijinha sublinhou que esta estrada municipal sendo no nosso Concelho é o único acesso à localidade do Lousal o que do ponto de vista turístico, com o Centro Ciência Viva e a visita à mina, é importante para Santiago do Cacém.

 “Os turistas não conhecem fronteiras, e podem pernoitar e usufruir dos estabelecimentos de restauração no nosso Concelho e depois visitar o Lousal, e esta estrada como estava não era um bom cartão-de-visita.”

No acordo estabelecido a Câmara Municipal de Santiago do Cacém ficou responsável por lançar o concurso público assumindo a posição de dono da obra, tendo o projeto sido elaborado pela Câmara Municipal de Grândola que garantiu metade dos encargos.


Comente esta notícia


SINES