A Câmara Municipal e a Proteção Civil de Sines alertam para que a população “não facilite a entrada na sua habitação”.

No caso de ser contactado por telefone, email ou pelas redes sociais, “não forneça nenhum dado pessoal ou dê a entender algum pormenor do seu dia a dia”.

Se lhe tocarem à campainha ou lhe baterem à porta dizendo serem técnicos de saúde ou médicos para fazer o rastreio do coronavírus “não abra” mesmo que digam que são da GNR ou PSP.

Para sua segurança não facilite a entrada em sua casa, mesmo que digam que lhe “foi atribuído um prémio ou que são técnicos de empresas de telecomunicações ou qualquer outra entidade”.

O País está em Estado de Emergência, por causa da epidemia da doença do COVID 19, a população está a passar pela situação excecional, que veio alterar o seu quotidiano diário.

Está, e muito bem, a cumprir as medidas extraordinárias que lhes foram impostas, com o objetivo de conter a pandemia.

Para sua segurança, se alguém insistir em entrar em sua casa chame a GNR.


Comente esta notícia


SINES