Algumas praias apresentam ainda alguns efeitos da agitação marítima do inverno podendo verificar-se fundões, declives acentuados, remoinhos e agueiros. Alguns destes fenómenos não são visíveis, acarretando perigo para quem entra na água.

É também de extrema importância cumprir as regras de distanciamento social e cumprir todas as indicações das autoridades, com o objetivo reduzir a propagação da pandemia provocada pela Covid-19.

Adicionalmente, a grande maioria das praias ainda não está vigiada, consequentemente, o socorro será mais demorado.

Assim a Autoridade Marítima Nacional recomenda que os utentes nas praias devem vigiar permanentemente as crianças e não permitir que se afastem, mantendo-as sempre próximas de um adulto,

A população deve cumprir as regras de distanciamento social e cumprir todas as indicações das autoridades, evitar comportamentos de risco. Não vire as costas ao mar, evitando ser surpreendido por uma onda e caso testemunhe uma situação de perigo dentro de água, não entrar e pedir ajuda através do 112.

A Autoridade Marítima Nacional irá reforçar a vigilância na orla costeira e no mar. Este reforço destina-se especialmente à sensibilização e prevenção de eventuais situações de risco.


Comente esta notícia


SINES